Cirurgias Radicais – Mastectomias

Ao tratar cirurgicamente pacientes com câncer, o objetivo principal do mastologista é remover o máximo possível de câncer. Por esse motivo, se você tiver câncer de mama, os médicos podem recomendar uma mastectomia radical modificada (MRM).

A mastectomia radical modificada é um procedimento que remove toda a mama – incluindo a pele, tecido mamário, aréola e mamilo – junto com a maioria dos gânglios linfáticos das axilas. No entanto, os músculos do peito permanecem intactos.

A decisão de realização de uma mastectomia envolver muitos fatores, tais como:

  • Tamanho do nódulo e número de nódulos com o diagnóstico de câncer (doença multifocal)
  • Tamanho da mama
  • Localização do tumor na mama
  • Outros achados suspeitos na mamografia associados (microcalficaçãos)
  • Alto risco de desenvolvimento de novo tumor na mama
  • Idade da paciente
  • Grande defeito estético se for realizado cirurgia conservadora

O procedimento MRM é umas das opções padrão para o tratamento de câncer de mama. Outras opções cirúrgicas incluem:

  • Mastectomia simples: quando e realizada apenas a retirada da mama sem a abordagem da região axilar.
  • Mastectomia radical (Hasted): cirurgia de exceção. Realizada quando a paciente tem um grande volume de doença, mesmo após a quimioterapia. É realizada a retirada da mama, dos músculos peitorais e dos linfonodos axilares
  • Mastectomia poupadora de mamilos (mastectomia subcutânea): cirurgia da retirada da glândula da mama com a preservação da pele e do mamilo. Geralmente utilizada em mama pequenas e que a doença está localizada longe do mamilo. Nessa cirurgia é realizada a reconstrucão da mama com prótese no mesmo tempo cirúrgico.
  • Mastectomia poupadora de pele: cirurgia realizada quando a doença esta muito perto do mamilo e não chance de preservação do mesmo, porém a pele que reveste a mama e preservada para uma reconstrução imediata.

Procedimento de mastectomia radical modificada

O objetivo geral de um procedimento de MRM é remover todo ou a maioria do câncer presente, preservando o máximo possível de tecido saudável da pele. Isso possibilita a realização de uma reconstrução mamária imediata ou tardia, se a paciente tiver indicação.

Para uma mastectomia radical modificada, você será colocado sob anestesia geral. O mastologista realizará algumas marcações para preparar a incisão e delimitar o contorno da mama. Ao fazer uma incisão no peito, seu médico puxará cuidadosamente a pele para trás o suficiente para remover o tecido mamário. Eles também removerão a maioria dos gânglios linfáticos debaixo do braço, se for necessário. Todo o procedimento geralmente leva de duas a quatro horas. Uma vez que a mama e removida, esta e encaminhada para uma analise minuciosa para detectar o tamanho da doença entre outros parâmetros.  O seu médico também colocará drenos na área da mama para drenar qualquer excesso de líquido. Eles podem permanecer na sua mama por até uma a duas semanas.

Possíveis complicações cirúrgicas

Como em qualquer procedimento cirúrgico, o MRM pode causar várias complicações. Os riscos desse procedimento incluem:

  • Dor ou sensibilidade
  • Sangramento
  • Inchaço no braço ou no local da incisão
  • Movimento limitado do braço
  • Dormência
  • Seroma (acúmulo de líquido sob o local da ferida)
  • Hematoma (acúmulo de sangue na ferida)
  • Distúrbios da cicatrização (cicatriz hipertrófica e quelóides)

O que esperar após a cirurgia?

Os tempos de recuperação diferem de uma pessoa para a outra. Normalmente, as pessoas permanecem no hospital por um ou dois dias. Em alguns casos, seu médico pode recomendar radioterapia ou quimioterapia após o procedimento de mastectomia.

Em casa, é importante manter sua área cirúrgica limpa e seca. Você receberá instruções específicas sobre como cuidar do local da ferida e como se banhar adequadamente. A dor é normal, mas a quantidade de desconforto que você experimenta pode variar. O seu médico pode sugerir analgésicos, mas tome apenas o que é prescrito.

A remoção dos linfonodos pode fazer com que seu braço fique rígido e dolorido. O seu médico pode recomendar certos exercícios ou fisioterapia para aumentar o movimento e prevenir o inchaço. Execute esses exercícios lenta e regularmente para evitar lesões e complicações.

Se você começar a sentir mais desconforto ou se notar que está se recuperando em ritmo mais lento, agende uma visita com seu médico.

Tipos de Cirurgias

Cirurgias axilares para câncer de mama (BLS / Linfonodectomia axilar)

Se você tiver câncer de mama invasivo, o mastologista provavelmente removerá alguns dos gânglios linfáticos debaixo do braço durante a cirurgia na mama. Examinar seus linfonodos ajuda seus médicos a descobrir a extensão do envolvimento do câncer (se ocorreu disseminação para a região axilar. Quando o câncer de mama atinge o sistema linfático axilar existe um risco aumentado de células cancerígenas estarem circulando em outras partes do corpo.

SAIBA MAIS

Entre em contato conosco

Envie sua mensagem, dúvida, sugestão. Responderemos assim que possível.

Open chat
1
Olá, como posso te ajudar?