Dor nos Seios – Mastalgia

Paciente com sintomas de dores nas mamas

Dores nas mamas (mastalgia) são um sintoma muito comum em mulheres de todas as idades, gerando muita ansiedade e medo em relação ao câncer de mama. Mas a mastalgia, como sintoma isolado não está associado ao câncer de mama, sendo mais relacionado à uma condição benigna da mama assim como dores da parede torácica devido a outros fatores.

A mastalgia pode ser classificada em 3 tipos de dor:

– Mastalgia cíclica: relacionada ao período menstrual

– Mastalgia acíclica: dores não relacionadas ao período menstrual

– Dores da parede torácica: dor que parece ter origem mamárias porem vem de outro local

Duradoras e de grande intensidade, as dores mamarias podem afetar a vida diária das mulheres, causando ansiedade e de certa forma depressão, devido a grande associação que mulher fazem com o câncer de mama e dor. A maioria dos casos de mastalgia poder ser diagnóstica e tratada pelo mastologista.

Mastalgia cíclica

A mastalgia cíclica esta relacionada com a mudança hormonal durante o período menstrual, porém sua causa ainda é desconhecida. Aproximadamente 2 de 3 mulheres irão apresentar dores nas mamas em alguma determinada fase da vida. Essa mudança hormonal faz com que o tecido mamário fique mais sensível, causando a dor.

Muitas pacientes podem sentir desconforto e sensação de ter nódulos nas mamas, quando examinada ha 1 semana da sua menstruação. A dor pode variar de leve até severa, deixando a mama flácida e as vezes túrgida. Todos esses sintomas desaparecem após a paciente menstruar.

Você pode experimentar uma sensação de peso, queimação, dor em pontada ou fisgada, aumento da sensibilidade ou até até uma sensação que a mama esta mais espessa. A dor pode afetar tanto um como os dois seios e poder se espalhar para a região das axilas, ombro e braços.

A dor pode estar associada ao uso de anticoncepcionais hormonais. Esse tipo de dor termina quando a paciente entra na menopausa, entretanto se ela faz uso de algum tipo de terapia de reposição hormonal, elas podem permanece.

Mastalgia Acíclica

Mastalgia acíclica é a dor que não está relacionada ao ciclo menstrual, por tanto pode ocorrer antes da menopausa e se prolongar após ela. Ainda é obscuro a causa da dor mamária acíclica.

Pode estar relacionada a doenças benignas da mama (não câncer) como cistos, cirurgia mamária prévia, trauma das mamas, ter mamas grandes ou efeito colaterais do uso de medicações contínuas, como antidepressivos e remédios naturais.

Outra causa de dor na mama pode ser o uso de sutiãs com ferrinhos ou inadequados para o tamanho da mama. Estresse e ansiedade também estão ligados com a dor na mama, principalmente quando a paciente tem muito medo de ter câncer. Esse tipo de dor pode ser uni ou bilateral e pode afetar toda a mama ou uma área específica.

Dor de origem não mamária (dor torácica)

Dor torácica se refere a dores que parecem vem da mama, mas começam em outros lugares como dores nas costas, dores musculares entre outros tipos. É muito fácil as pessoas confundirem e acreditarem que a dor vem da mama, e na verdade se trata de uma simples dor nas costas após ter carregado um peso excessivo, por exemplo.

Dor de origem não mamária (dor torácica)

Dor torácica se refere a dores que parecem vem da mama, mas começam em outros lugares como dores nas costas, dores musculares entre outros tipos. É muito fácil as pessoas confundirem e acreditarem que a dor vem da mama, e na verdade se trata de uma simples dor nas costas após ter carregado um peso excessivo, por exemplo.

Como diagnosticar a mastalgia?

O mastologista irá tirar uma história detalhada além de realizar o exame físico das mamas. Ele ira perguntar se a dor está vinculada a menstruação, se ela dói todo os dias, se existe algum remédio que melhora ou piora esse quadro, qual a intensidade da dor, qual a sua periodicidade e a quanto tempo esta dor vem ocorrendo, por exemplo. Como essas e outras informações, ele poderá classificar melhor qual o tipo de dor mamaria você tem e guiar o tratamento

Tratamento para mastalgia cíclica e acíclica

Se existe a necessidade de tratamento para a mastalgia, tanto a cíclica e a acíclica seguem o mesmo protocolo, entretanto a dor acíclica nem sempre é tão fácil de ser tratada. A primeira coisa que a paciente deve se conscientizar é que a dor mamária NÃO está relacionada ao câncer de mama. A maioria das pacientes que apresentam mastalgia chegam ao consultório referindo dores pois, descobriram que alguém próximo foi diagnosticado com câncer de mama e elas ficam apavoradas. Muitas mulheres por medo de se examinarem, quando o fazem sentem muitas dores. Só o fato das pacientes saberem que a dor não esta relacionado ao câncer, já melhoram os sintomas de mastalgia

Se você apresenta mastalgia cíclica, seu mastologista deve assegurar a você que o quer você está sentindo é perfeitamente normal e faz parte do seu ciclo menstrual.

Mudanças alimentares e de estilo de vida

Pode-se tentar mudanças alimentares e de estilo de vida para aliviar a dor, porém as evidências são pobres neste campo. Isso inclui:

  • comer uma dieta com baixas calorias e aumento da ingestão de fibras
  • redução na ingestão de cafeína e álcool
  • aumento da ingestão de frutas frescas e vegetais
  • realização de atividade física e manutenção do peso corporal
  • uso de sutiã do tamanho correto e que da o suporte certo a mama (tipo top) durante o dia, durante as atividades físicas e durante a noite.

Se a mastalgia começou devido ao inicio do uso de pílulas anticoncepcionais, trocar a pílula por uma outra de menor dosagem hormonal ou de diferente marca pode ajudar. Se as dores continuarem, pode trocar as pílulas para métodos não hormonais tais como condom e diafragma. Caso as dores ocorrem na vigência do uso de terapia de reposição hormonal, você deve discutir o uso deste tipo de medicação com o seu ginecologista.

Existem evidencias que mostram que pacientes que tem baixos níveis de uma acido graxo chamado ácido gamalinoleico podem contribuir paras as mastalgia cíclicas. Porém, pesquisas mostram que a ingestão deste acido não melhoram a dor.  Apesar disso, seu mastologista pode sugerir o uso de óleo de prímula e de girassol (que contem o ácido gamalinoleico), pois algumas mulheres podem se sentir melhor.  O óleo de prímula geralmente não causa efeito colaterais, porem algumas pessoas podem experimentar desconforto estomacal e dores de cabeça. Pessoas que estão gestantes ou estão tentando gestar são desaconselhadas a utilizá-lo.

Medicamentos anti-inflamatórios

Estudos mostram que medicamentos anti-inflamatórios, podem ajudar principalmente na mastalgia acíclica. Antes de usar esse tipo de medicação, você deve consultar seu médico, para saber qual a dosagem, por quanto tempo e quais são os possíveis efeitos colaterais.

Medicamentos anti-hormônio

Se sua dor é refratária aos tratamentos anteriores e ainda em intensidade alta, o mastologista pode cogitar um anti-hormônio. Esse tipo de medicamento é utilizado no tratamento de mulheres com câncer de mama em uma maior dosagem e apresentam consideráveis efeitos colaterais como sintomas de menopausa em quanto o uso da medicação.  O uso dessa medicação deve ser muito discutido com o médico e a paciente devido aos altos efeitos colaterais e potenciais riscos.

Entre em contato conosco

Envie sua mensagem, dúvida, sugestão. Responderemos assim que possível.

Open chat
1
Olá, como posso te ajudar?