Ginecomastia

Crescimento das mamas em homens (ginecomastia)

Ginecomastia é o crescimento do tecido mamário em meninos ou homens, causado por um desequilíbrio dos hormônios estrogênio e testosterona. A ginecomastia pode afetar um ou ambos os seios e, às vezes, de forma desigual. Recém-nascidos, meninos que passam pela puberdade e homens mais velhos podem desenvolver ginecomastia como resultado de mudanças normais nos níveis hormonais, embora também existam outras causas.

Geralmente, a ginecomastia não é um problema sério, mas pode ser difícil lidar com a condição. Homens e meninos com ginecomastia às vezes têm dor em seus seios e podem sentir-se envergonhados.

1.Causas

A ginecomastia é desencadeada por uma diminuição na quantidade do hormônio testosterona em comparação com o estrogênio. Várias coisas podem perturbar o equilíbrio hormonal, incluindo o seguinte.

Alterações hormonais naturais

Os hormônios testosterona e estrogênio controlam o desenvolvimento e a manutenção de características sexuais em homens e mulheres. A testosterona controla traços masculinos, como massa muscular e pelos do corpo. O estrogênio controla traços femininos, incluindo o crescimento dos seios.

A maioria das pessoas pensa no estrogênio como um hormônio exclusivamente feminino, mas os homens também o produzem – embora normalmente em pequenas quantidades. No entanto, os níveis de estrogênio do sexo masculino que são muito altos ou estão fora de equilíbrio com os níveis de testosterona podem causar ginecomastia.

• Ginecomastia durante a puberdade: A ginecomastia nesta idade é relativamente comum. Na maioria dos casos, o tecido mamário desaparece sem tratamento dentro de seis meses a dois anos.

• Ginecomastia em homens: A prevalência de ginecomastia aumenta novamente entre as idades de 50 e 69 anos. Pelo menos 1 em cada 4 homens nessa faixa etária é afetado.

Medicamentos

Vários medicamentos podem causar ginecomastia. Esses incluem, entre outros:

• Anti-andrógenos usados ​​para tratar o aumento da próstata, câncer de próstata e algumas outras condições. Exemplos incluem flutamida, finasterida e espironolactona.

• Esteróides anabolizantes e andrógenos.

• Medicamentos para a AIDS. A ginecomastia pode se desenvolver em homens HIV positivos que estejam recebendo um regime de tratamento. O efavirenz é o mais comumente associado à ginecomastia.

• Medicamentos anti-ansiedade (diazepam) e antidepressivos tricíclicos.

• Antibióticos.

• Medicamentos para o coração, como digoxina e bloqueadores dos canais de cálcio.

• Medicamentos de motilidade gástrica, como a metoclopramida.

Drogas ilícitas e álcool

• Álcool

• Anfetaminas, maconha, heroína, metadona

Condições médicas

• Hipogonadismo: Qualquer uma das condições que interferem na produção normal de testosterona, como a síndrome de Klinefelter ou insuficiência hipofisária.

• Envelhecimento: Alterações hormonais que ocorrem com o envelhecimento normal podem causar ginecomastia, especialmente em homens com excesso de peso.

• Tumores: Alguns tumores, como dos os testículos, das glândulas suprarrenais ou da hipófise.

• Hipertireoidismo: Nesta condição, a glândula tireóide produz muito do hormônio tiroxina.

• Insuficiência renal: Metade das pessoas tratadas com hemodiálise regular tem ginecomastia.

• Insuficiência hepática e cirrose: Flutuações hormonais relacionadas a problemas hepáticos, bem como medicamentos tomados para cirrose, estão associados à ginecomastia.

2. Complicações

A ginecomastia tem poucas complicações físicas, mas pode causar problemas psicológicos ou emocionais causados ​​pela aparência.

3. Diagnóstico

Seu médico lhe fará perguntas sobre seu histórico médico e de medicamentos e quais são as condições de saúde em sua família. O médico também fará um exame físico que pode incluir uma avaliação cuidadosa do tecido mamário.

Os exames iniciais para determinar a causa da sua ginecomastia podem incluir:

• Exames de sangue

• Mamografia e ultrassonografia das mamas e testículos

Condições que causam sintomas semelhantes

Seu médico vai querer ter certeza de que seu inchaço é realmente ginecomastia e não outras condições semelhantes que incluem:

• Lipomastia: Alguns homens e meninos têm gordura no peito que se assemelha a ginecomastia. Isso é chamado de ginecomastia falsa (pseudoginecomastia).

• Câncer de mama: Isso é incomum em homens, mas pode ocorrer. O aumento da mama ou a presença de um nódulo aumenta a preocupação com o câncer de mama masculino.

4. Tratamento

A maioria dos casos de ginecomastia regride com o tempo sem tratamento. No entanto, se a ginecomastia for causada por uma condição subjacente, como hipogonadismo ou cirrose, essa condição pode precisar de tratamento. Em adolescentes sem causa aparente de ginecomastia, o médico pode recomendar reavaliações periódicas a cada três a seis meses para verificar se a condição melhora sozinha. Se você está tomando medicamentos que podem causar ginecomastia, seu médico pode recomendar parar ou substituir outra medicação.

Cirurgia para remover o excesso de tecido mamário

Se você ainda tem um incômodo significativo no aumento dos seios, apesar do tratamento inicial ou observação, seu médico pode aconselhar a cirurgia:

• Lipoaspiração: Esta cirurgia remove a gordura da mama, mas não o próprio tecido das glândulas mamárias.

• Adenectomia: Este tipo de cirurgia remove o tecido mamário.

Entre em contato conosco

Envie sua mensagem, dúvida, sugestão. Responderemos assim que possível.

Open chat
1
Olá, como posso te ajudar?